#

← scroll down

Brave: browser abandona Google para pesquisas

Notícia publicada no Pplware a 20 de Outubro de 2021.

O Brave Search foi apresentado em junho deste ano e pretende ser um concorrente à altura do bom e velho Google. O próprio browser Brave já se assume há muito como uma alternativa, tenho a privacidade e proteção dos utilizadores como base.

Agora são conhecidos mais alguns planos e o browser vai começar a deixar de ter o Google como motor de pesquisa. Mas o Brave Search não será a única escolha.

Brave

Depois do lançamento do Brave Search, a notícia de que o browser proprietário vai passar a usá-lo como opção primordial não é propriamente uma surpresa. Com o Google Search como motor de pesquisa nativo, o Brave começa agora a fazer alterações.

Brave Search é a escolha óbvia, mas não está sozinho

O Brave Search não será a escolha para todos os mercados. A informação avançada indica que este irá substituir o Google nos Estados Unidos da América, no Reino Unido e no Canadá. Já em França será pré-definido o Qwant e na Alemanha o DuckDuckGo.

Estas novidades irão afetar os novos utilizadores, mas, como em qualquer proposta, pode ser feita a alteração para o serviço que melhor responder às necessidades de cada um.

A verdade é que a maioria das pessoas usa aquilo que lhes é dado e, por isso, para a Brave, esta alteração poderá ser fundamental para fazer o seu browser crescer.

O CEO da Brave, Brendan Eich, referiu em comunicado que hoje o Brave Search já atingiu a qualidade e feedback positivo para avançar para uma proposta padrão, garantindo uma experiência de privacidade online mais abrangente.

Ainda não é um valor muito expressivo, mas já configura valores muito interessantes: segundo o CEO da empresa, o motor de pesquisa já lida com quase 80 milhões de pesquisas por mês, com cerca de 40 mil utilizadores ativos no navegador.

codefive