#

← scroll down

Google procura voluntários que testem aplicação de comunicação para pessoas com deficiência na fala

Notícia publicada na Exame Informática a 10 de Novembro de 2021.

Project Relate pode ser treinada para o utilizador, reconhecendo o discurso e traduzindo para voz robotizada. Para já, só está disponível em inglês e a tecnológica procura voluntários para aperfeiçoar a versão beta.

Lesões cerebrais, esclerose lateral amiotrófica, Parkinson, AVC, são muitas as patologias que causam déficits na linguagem e dificuldades de comunicação. Um problema que a Google está decidida a combater, eliminando barreiras e servindo de mediador. A mais recente solução nesta área, apresentada esta semana, é o Project Relate – uma ferramenta de comunicação para pessoas com dificuldades ao nível da fala, que resultou de vários anos de trabalho e da recolha de mais um milhão de amostras de som.

A inspiração para este projeto, e o nome para a aplicação, veio da prata da casa, onde trabalha a gestora de marca da Google, Audrie Lie, que sofre de distrofia muscular, doença que lhe afeta severamente a fala. “Estou habituada a ver as caras das pessoas quando não me conseguem entender”, disse a colaboradora durante a apresentação à imprensa que decorreu virtualmente, quarta-feira, 9. “O Project Relate pode fazer a diferença entre um olhar de dúvida e confusão e uma gargalhada de reconhecimento.”

Project Relate

Para o desenvolvimento do Project Relate foi essencial a colaboração da gestora de marketing da Google, Audrie Lie, que sofre de distrofia muscular.

Na aplicação Project Relate estão incluídos três recursos principais: o Listen, que transcreve de voz em tempo real, permitindo que o conteúdo seja enviado como texto, copiado e colado noutras aplicações; o Repeat, que repete o que foi dito, numa voz clara e computadorizada, eliminando eventuais dificuldades de compreensão, e o Assistant, que liga à assistente Google, permitindo executar os comandos habituais.

Longe de estar concluída e para melhorar a sua eficácia, a Google procura voluntários para gravar som nos EUA, Canadá e Austrália. Quem estiver disponível para testar esta versão beta, deverá dedicar um total de 30 a 90 minutos a falar para a aplicação, sendo que o treino exige pelo menos 500 frases até a app estar ajustada ao seu utilizador. Para já, a funcionalidade só está disponível em inglês.

codefive