#

← scroll down

Google vai a tribunal responder por problemas no modo anónimo do Chrome

Notícia publicada no Pplware a 15 de Março de 2021.

A Google promete para o Chrome a máxima privacidade no modo anónimo. Este não regista os dados da navegação, mantendo assim uma privacidade grande, ainda que não de forma perfeita e transversal.

Muitos utilizadores assentam a navegação neste modo, querendo esconder por onde andam na Internet. A Google tem agora que enfrentar o tribunal e defender-se num processo onde os utilizadores a acusam de não revelar tudo o que o modo anónimo implica.

 

Google volta a tribunal para se defender

O modo anónimo sempre foi uma ferramenta um pouco complicada no Chrome. A Google insiste em explicar aos utilizadores a forma como este modo funciona, mas a verdade é que muitos acreditam que estão verdadeiramente incógnitos e sem qualquer registo.

No entanto, a privacidade está limitada ao browser e ao que este regista. Não contempla nem protege os utilizadores de todos os restantes locais onde por onde os seus pedidos e o seu tráfego passam. Assim, o modo incógnito está limitado ao Chrome.

 

Modo anónimo engana utilizadores

Do que é avançado pela Bloomberg, a Google não terá conseguido evitar ir a tribunal. A juíza Lucy Koh rejeitou a defesa da gigante das pesquisas e determinou que a empresa “não notificou” os utilizadores que registava dados mesmo neste modo.

Quem avançou com o processo acusa a Google de enganar os utilizadores. Indicou que os dados eram privados no modo anónimo, quando, na verdade, os monitorizava. A Google argumentou que a sua política de privacidade foi aceite e como tal sabiam o que se passava. Alertou que anónimo não significa invisível e que os sites podem ver a atividade.

 

Na verdade, ninguém está incógnito

A forma como o modo anónimo funciona e o que regista é uma questão recorrente. Os utilizadores acreditam que estão completamente anónimos, mas a verdade é que apenas os dados não são registados no browser e tudo o mais fica presente na Internet.

Não se sabe como este processo irá resultar. Provavelmente, a Google terá de ser mais clara sobre que o modo anónimo e apresentar esta informação. O processo exige 5 mil milhões de dólares à Google como compensação do que se passou.

codefive