#

← scroll down

iPhone 13 terá bobinas de carregamento sem fio maiores para carregamento reverso?

Notícia publicada na Pplware a 05 de Julho de 2021.

Este já não é um rumor novo. Aliás, já em 2019 se vaticinou que o iPhone 11 poderia trazer carregamento sem fio reverso, visto que a tecnologia existia no hardware, mas a Apple não a ativara. Agora, um novo rumor vem dizer que o iPhone 13 poderá trazer umas bobinas maiores.

Esta suposta novidade, no aumento das bobinas, poderá abrir a porta ao carregamento reverso no próximo iPhone.

iPhone 13

 

iPhone 13 poderá trazer bobinas maiores

Segundo um novo rumor, a Apple planeia incluir uma bobina de carregamento sem fio “um pouco maior” na linha do iPhone 13 deste ano.

Este incremento poderá trazer várias vantagens. Uma delas é permitir uma gestão melhorada da dissipação do calor, outra é aumentar a potência de carregamento e, por fim, poderá abrir caminho ao carregamento sem fio reverso.

O rumor partiu de um leaker, Weinbach, que já havia relatado anteriormente que o iPhone 2021 iria ter ímanes MagSafe mais forte, o que, segundo o rumor de agora, reitera e que pode ser a razão por trás do aumento do tamanho da bobina.

Este aproveitamento que poderá resultar destas bobinas maiores, o tal carregamento reverso sem fio, ajudará a manter os AirPods carregados, por exemplo.

iPhone 13

 

Será que a Apple quer o carregamento sem fio reverso?

Conforme demos a saber, já no passado mês de outubro, Mark Gurman, da Bloomberg, afirmou que o iPhone 12 tinha este recurso escondido. Disse meses mais tarde, que apesar de existir o hardware, a Apple não iria ativar a funcionalidades. A razão é simples.

Todos os modelos do iPhone 12 têm a capacidade de permitir o carregamento sem fio reverso. Contudo, este recurso drena significativamente a bateria de um dispositivo. Portanto, a Apple pode julgar que o recurso faria mais sentido num iPad Pro, graças à sua bateria maior, em comparação com um ‌iPhone‌.

Com a melhoria das baterias, com o iOS a consumir menos recursos e o hardware a requerer menos energia, quem sabe se não sairá em breve um iPhone que possa carregar quer os AirPods, quer o Apple Watch.

codefive