#

← scroll down

Nova política de privacidade do WhatsApp afinal pode ser considerada ilegal

Notícia publicada no Pplware a 14 de Abril de 2021.

A mudança na política de privacidade do WhatsApp está a revelar-se um problema para este serviço e para o Facebook. Os utilizadores recusam-se a aceitar esta mudança e viraram-se para outras alternativas consideradas mais seguras.

Mesmo com todas as justificações do WhatsApp, tudo poderá estar em causa e a nova política de privacidade pode mesmo estar em risco. A Alemanha quer avaliar e poderá considerar ilegal esta alteração.

 

Mudança de política que ninguém quer

Muito se tem escrito sobre a mudança que o Facebook quer aplicar na política de privacidade do WhatsApp. A rede social quer ter acesso a dados dos utilizadores, alegando que essa informação irá melhorar o serviço em vários aspetos.

Claro que muitos utilizadores se recusam a aceitar estas novas regras, com problemas em usar o serviço. O WhatsApp atrasou a alteração, mas tudo parece apontar para que venha mesmo a acontecer. Isto claro, se algumas medidas não tiverem sucesso.

 

WhatsApp e Facebook avaliados na Alemanha

A mais recente promete avaliar com grande grau de detalhe e até tornar ilegal a nova política do WhatsApp e do Facebook. O processo está já a decorrer e vem por parte do regulador Alemão, que quer impedir o acesso do Facebook a estes dados. A ideia é considerar ilegal a alteração.

É o Comissário de Hamburgo para proteção de dados e liberdade de informação, Johannes Caspar, que tem este processo em mãos. Quer provar que a nova política de privacidade vai abrir as portas para o acesso aos dados que atualmente não tem e não deverá ter.

 

Privacidade dos utilizadores está em causa

Este comissário quer provar e impedir o acesso à informação dos utilizadores do WhatsApp. Segundo as suas declarações, não existe a certeza das intenções do Facebook ao recolher estes dados. Provavelmente irá usar a informação para ampliar o seu negócio de publicidade.

O objetivo é chegar a uma decisão antes de 15 de maio, data em que os utilizadores têm de aceitar a nova política de privacidade ou parar de usar o WhatsApp. Provavelmente esta vitória será limitada à Alemanha, mas abrindo caminho para estabelecer uma precedência para outros países e outros reguladores.

codefive